DISCOTECA 

Hoje - JOHNNY GRIFFIN - Introducing Johnny Griffin - Blkue Note Records 1956 & The Congregation - Blue Note Records 1958.

JOHN ARNOLD GRIFFIN III nasceu em 24 de abril de 1928 em Chicago, Illinois e foi um saxafonista de jazz americano também conhecido como Little Giant. Teve ligações com grandes músicos como Thelonious Monk, Kenny Clarke e Eddie "Lookjaw" Davis. Filiado inicialmente à Riverside Records passou à Blue Note onde estão seus melhores trabalhos. Morreu aos 80 anos de ataque cardíaco.

Johnny Griffin - When We Were One - Johnny Griffin sax tenor, Kenny Clarke batteria e Jimmy Woode contrabbaixo

PRÓLOGO

O sensacional CORNELL DUPREE, nossa próxima atração.

Prezados amigos,

Eu poderia dizer um monte de coisas sobre o site mas vou resumir. Aqui é lugar de música boa, não importa se é esse ou aquele ritmo, melodia, harmonia o que vale é a presença do amor e qualidade. A música, independente da motivação, origem, etnia ou vertente sempre é fator multiplicador de emoçôes, de comunhão e de fraternidade. Nesse contexto criei o Sidão na Parada. Sidão na Parada é onde a gente se encontra, onde posso, considerados os meus parcos conhecimentos do ambiente, considerada a qualidade que é um componente indispensável, me relacionar com os meus amigos e com todos aqueles que apreciam e são devotos de Euterpe. Nada é melhor para representar, pasmem, a verdadeira musa da música que o jazz, o blues e o samba. As raízes africanas, o sofrimento, a mistura, o drive, o swing, o balanço são componentes imprescindíveis na atribulação que é viver hoje. Então sem mais delongas segue o show. Aproveitem e tenham a certeza que estarei sempre a disposição, com o empenho e dedicação que a MÚSICA merece para falar, comentar e viver de modo pleno e intenso esse universo. Aguardo a presença e a visita de todos, sempre. 

Com os meus respeitos, aqui é lugar de música boa !!!!

Sidão Anttogneto

ATRAÇÃO DO MÊS: STEVE GADD

STEVE GADD super baterista, versátil, criativo e contemporâneo.

Stephen Kendall Gadd (born April 9, 1945) is an American drummer, percussionist, and session musician. Gadd is one of the most well-known and highly regarded session and studio drummers in the industry, recognized by his induction into the Modern Drummer Hall of Fame in 1984. Gadd's performance on Paul Simon's "50 Ways to Leave Your Lover" and Steely Dan's "Aja" are examples of his style. He has worked with popular musicians from many genres including Simon & GarfunkelSteely DanJames TaylorEric ClaptonKate BushJoe CockerGrover Washington Jr.Chick CoreaLee Ritenour, and Al Di Meola.

In a Modern Drummer interview Gadd mentioned that some of his influences at a young age and later on included Buddy RichElvin JonesTony Williams, and the "less is more" style of Rick Marotta.

Corea once commented, "Every drummer wants to play like Gadd because he plays perfect.... He has brought orchestral and compositional thinking to the drum kit while at the same time having a great imagination and a great ability to swing."

In 2005, along with Abraham Laboriel, Patrice Rushen and others, Gadd was awarded an honorary Doctor of Music degree from Berklee College of Music for outstanding contributions to contemporary music.

Way Back Home: Live from Rochester, NY by the Steve Gadd Band is nominated for the Grammy Award for Best Contemporary Instrumental Album at the 59th Annual Grammy Awards.

A short list of musicians with whom Gadd has worked includes Frank SinatraPaul McCartneyPaul SimonSteely DanAl JarreauJoe CockerStuffBob JamesChick CoreaEric ClaptonPino DanieleJames TaylorJim CroceEddie GómezThe Manhattan TransferMichal UrbaniakSteps AheadTony BanksManhattan Jazz QuintetCarly SimonRichard TeeJon Bon JoviChet BakerPaul DesmondThe Bee GeesMichael McDonaldMichel PetruccianiKate BushDavid SanbornKurt Baebi, and Blicher Hemmer Gadd.

Gadd recorded and toured with Eric Clapton in 1994/1996 and again from 1997 to 2004. 1997 also saw him on a world tour in a trio with the French jazz great Michel Petrucciani and his long time band colleague, bassist Anthony Jackson (captured on the Trio in Tokyo CD and Live in Stuttgart DVD/VHS). He also continued his long-time collaboration with artist Paul Simon, joining him in concert on numerous occasions, often alongside Brazilian percussionist Airto Moreira.

Gadd played on the blues album Riding with the King along with B.B. King, Eric Clapton and Jimmie Vaughan and a few others.

In 2009, Gadd returned to Clapton's band to play 11 nights at the Royal Albert Hall and was part of Clapton's touring band throughout May 2009.

Also in 2009, Gadd reunited with his band from 1973, "L'Image", featuring Mike MainieriWarren BernhardtDavid Spinozza and Tony Levin. The group performed at the Iridium Jazz Club in New York City, toured Japan, and released the album L'Image 2.0.

Gadd played next to Eric Clapton at Crossroads show. In 2011, Gadd worked with Kate Bush on her 50 Words for Snow album, and she declared during an interview by Jamie Cullum that she had wanted to work with Steve Gadd for a long time but had not had the courage to approach him; she described him as "a sweet person, really down to earth" and said that "his interpretation of music is so sophisticated", and also that she loved working with him due to a real chemistry that started to click in.

Gadd toured in 2014 with James Taylor.

17/01/2018

teve Gadd (bateria) e Jean-Yves D'Angelo - Solo Shot through Michel Jonasz Concert 1993. Sensacional !!!!

SEÇÕES

PHOTOGRAPHERS

ROY DeCARAVA

Roy DeCarava foi um fotógrafo afro-americano que nasceu em 1919 e recebeu muito jovem uma aclamação da crítica por suas fotografias inicialmente pelo envolvimento e o sentido imaginativo das vidas dos músicos de jazz afro americanos  nas comunidade onde viviam e trabalhavam. Sua carreira abrange aproximadamente seis décadas e DeCarava veio a ser muito conhecido pelo estilo e o aproveitamento do campo nas fotografias em branco e preto  que eram de um refinamento e qualidade incomparáveis. O destaque e o approach de seu objeto eram de tal forma criativos, sensivel e ao mesmo tempo muito diferente da documentação social de seus predecessores. 

DeCarava produziu cinco livros  incluindo The Sound I Saw e The Sweet Flypaper of Life, assim como catálogos de referencia para museus e também pesquisas retrospectivas para os Amigos da Fotografia e o Museu de Arte Moderna de New York. Foi responsável por pelo menos 15 exibições solo e foi o primeiro fotógrafo afro-americano a ganhar o Guggehheim Fellowship. DeCarava foi capaz de fotografar por uma ano sua comunidade e New York, expressando cedo suas impressões criativas em branco e preto através do processo de gelatina de prata. Em 2006 foi premiado com a National Medal Of Arts do National Endowment for the Arts, a maior premiação dada a artistas pelo governo dos Estados Unidos.

DeCarava encorajou outros fotógrafos  e acreditou na acessibilidade no meio. De 1955 a 1957 sob suas expensas estabeleceu e manteve em seu apartamento de arenito na 48 West 85th Street a Photographer's Gallery que mostrou o trabalho de grandes nomes da fotografia no período

DeCarava morreu em 27 de Outubro de 2009.

SITES 

Para sua discoteca

The Year in Review: Top 16 Albums of 2018

 

 

 

 

ESPAÇO FESTIVAIS

Meshell Ndegeocello, Marc Ribot, Toshi Reagon, Allison Miller, Ganessa James, Arturo O’Farrill & The Afro Latin Jazz Orchestra, Terence Blanchard e Medeski Martin & Wood. Em New York.

Atenciosamente

Sidnei Anttogneto