15/09/2017

Junior Wells & Buddy Guy - Little By Little - PBS "SOUNDSTAGE" At WTTW TV STUDIOS, CHICAGO,IL,17-DEC-1971.

15/09/2017

Junior Wells

Junior Wells nascido Amos Wells Blakemore Jr. foi um vocalista de jazz e gaitista que nasceu em Memphis, Tennesse em 09 de dezembro de 1934. Ele foi um  dos pioneiros do blues amplificado "harp-style" em Chicago. Junior ficou muito conhecido pela música "Messin With The Kid" e seu album de 1965 Hoodo Man Blues, considerados pelo crítico Bill Dahl com um dos verdadeiros álbuns clásisicos de blues dos anos 60.

Wells trabalhou e gravou com vários dos notáveis músicos e cantores de blues incluindo nessa lista os legendários Muddy Waters, Earl Hooker e Buddy Guy. Ele permaneceu fixado no blues durante toda a sua carreira e atravessou os tempos do rock and roll se aproveitando da companhia de roqueiros como os Rolling Stones entre outros. Antes de sua morte o historiador de blues Gerard Herzaft o chamou de "um dos raros sobreviventes da era de ouro do blues.

Wells embora nascido em Memphis, Tennesse, surgiu para o blues em West Memphis, Arkansas (algumas fontes relatam que ela nasceu em Arlansas). Foi iniciado na música pelo seu primo Junior Parker e por Sonny Boy Williamson II. Wells aprendeu a tocar harmônica de modo ágil e hábil com sete anos de idade. 

Mudou-se para Chicago em 1948 com sua mãe à partir do divórcio de seus pais e lá começou a se aproximar de festas e bares. Selvagem e rebelde mas precisando dar vazão ao seu talento ele começou a tocar com os Aces, irmãos Dave e Louis Myers nas guitarras e Freddy Bellow na bateria, com quem desenvolveu um estilo moderno de amplificação de sua harmônica sob a influência de Little Walter.

Em 1952 fez sua primeira gravação substituindo Little Walter na banda de Muddy Waters em uma sessão de gravação para a Chess Records naquele ano. Seu primeiro trabalho gravado como band leader aconteceu no ano seguinte pela States Records. No final dos 50s e início dos 60s ele gravou vários compactos para a Chief Records  e sua subsidiária Profile Records incluindo seus grandes sucessos Messin With The Kid, Come On This House e It Hurts Me Too que permaneceram no seu repertório duante toda a sua carreira. Em 1960 seu single para a Profile Little By Little atingiu a 23a. posição no Billboard R&B e foi um de seus dois singles que se mantiveram na lista do magazine. 

Seu álbum Hoodo Man Blues realizado em 1965 pela Delmark Records teve Buddy Guy na guitarra . Os dois trabalharam com os Rolling Stones por várias vezes nos anos 70s.. Seu álbum South Side Blues Jam  foi ealizado em 1971 , seguido por outro On Tap em 1975. Em 1996 gravou o CD Come On In This House teve performances dos artistas Alvin Youngblood, Hart e Derek Trucks entre outros. Well participou, também, em 2000 do filme Blues Brothers 

Uma estafante performance pelo jovem Junior aconteceu no American Country Blues Festival em 1962 roubou o show dos grandes Muddy Waters, Howling Wolf e Sonny Boy Williamson.  

Wells contou a seguinte história impressa na capa de seu disco Hoodoo Man Blues: Eu estava numa loja de penhores no centro da cidade e o homem tinha uma harmônica com o preço de 2 dólares. Eu tinha um trabalho num caminhão de refrigerante, joguei hóquei na escola, trabalhei toda a semana e no sábado para o homem me dar 1,5 dólar. 1,5 dólar por uma semana inteira de trabalho e o homem da loja de penhores queria 2 !!!. Eu disse, então, a ele que queria a hormônica, deixei o 1,5 dólar,  peguei a harp e corri quando me alcançaram e me levaram ao juiz eu contei a história  e ele me pediu que tocasse o instrumento  e eu o fiz. Ele pegou de seu bolso os 50 cents que faltavam, pagou o homem e encerrou o caso.

Wells começou a ter problemas sérios de saúde, câncer e ataque cardíaco, em 1997 que o levaram a morte em 15 de janeiro de 19908 e está sepultado no Oak Woods Cemetery em Chicago.

DISCOGRAFIA

Resultado de imagem para junior wells it's my life, baby!Resultado de imagem para junior wells coming at youResultado de imagem para junior wells play the blues

Resultado de imagem para junior wells on tapResultado de imagem para junior wells live in montreuxResultado de imagem para junior wells drinkin' tnt 'n' smokin' dynamite

Resultado de imagem para junior wells pleading the bluesResultado de imagem para junior wells harp attack!Resultado de imagem para junior wells alone & acoustic

Resultado de imagem para junior wells blues hit big townResultado de imagem para junior wells every day i have the bluesResultado de imagem para junior wells come on in this house

Resultado de imagem para junior wells buddy and the juniors

 

 

 

 

 

 

 

11/08/2017

MANCE LIPSCOMB - Baby, Please Don't Go

11/08/2017

Mance Lipscomb

Mance Lipscomb foi um cantor de blues americano, guitarrista e trovador. Nasceu Beau De Glen Lipscomb perto de Navasota , Texas. Quando jovem ele adotou o nome Mance (forma contracta de Emancipation) copiando de um dos amigos de seu irmão mais velho, Charlie.

Lipscomb nasceu em 9 de abril de 1895 e seu pai foi um ex-escravo do Alabama e sua mãe uma nativa meio, Lipscomb passou muito de sua vida trabalhando como meeiro/inquilino de uma fazenda no Texas.

Ele foi descoberto porMack McCormick e gravou com ele e Chris Strachwitz em 1960. Ele gravou muitos álbunsHe was discovered and recorded by Mack McCormick and Chris Strachwitz in 1960, during revival of interest in the country blues. He recordede blues, ragtime, Tin Pan Alley e folk music, a maioria deles pela Arhoolie Records de seu descobridor Strachwitz, cantando acompanhado pela sua própria guitarra acústica, Mance tinha o "dedão morto", uma técnica finger-picking (escolha de dedo) apurada e uma voz muito expressiva. Ele mostrou muito de suas habilidades ao tocar e cantar perto de Brenham no Texas com um músico cego que se chamava Sam Rogers.

Sua primeira realização fonográfica foi o álbum TexasSongster em 1960. Nesse priimeiro álbum Mance apresentou uma variada gama de gêneros, desde canções antigas como "Sugar Babe" His first release was the album Texas Songster (1960). Lipscomb performed songs in a wide range of genres, from old songs like "Sugar Babe", que foi a primeira que ele aprendeu, até canções pop com "Shine On, Harvest Moon" e It's a Long Way to Tipperany.

Em 1961 ele gravou o álbum Trouble In Mind, pela Reprise Records e em maio de 1963 se apresentou no Monterrye Folk Festival na California.

Ao contrário de muitos dos seus comtemporâneos ele não gravou no começo da era do blues, mas sua vida foi bem documentada em sua auto biografia. I Say Me for a Parable: The Oral Autobiography of Mance Lipscomb, Texas Bluesman, narrada por Glen Alyn e publicada postumamanete e também pelo pequeno documentário de Les Blank em 1971 chamado A Well Spent Life.

Mance começou a tocar guitarra muito jovem e tocou por anos regularmente em locais de encontros na maioria das vezes no "Saturday Night Suppers" sempre hospedado por alguém próximo.   He and his wife regularly hosted such gatherings for a while. Most of his musical activity took place within what he called his "precinct", the area around Navasota, until around 1960.

à partir de seu descobimento po McCormiclk e Stachwitz Lipscomb tornou-se uma importante figura da música folk americana dos anos 60. Ele foi  muito atuante nos festivais de folk music e nos clubes de folk e blues em todo o país, notadament em Los Angeles e mais precisamente no legendário Ash Grove na Califórnia, um templo da folk music.

Ele morreu de uma em 1976, dois anos após ter sofrido um AVC de grandes proporções.

DISCOGRAFIA

 

 

05/08/2017

GARY MOORE No seu clássico Still Got The Blues. Inesquecível !!!!!

05/08/2017

Gary Moore - Bluesman irlandês e músico de altissima qualidade.

GARY MOORE

A vida de quem cresceu em meio às bombas do Exército Republicano Irlandês (IRA) e às brigas religiosas do pós-guerra refletia-se em seu som de guitarra: extremamente triste e sofrido, mas também visceral e técnico quando solicitado.

Gary Moore é considerado um dos guitarristas mais completos da História do Rock, indo nos seus primeiros anos do Jazz Rock ao Hard Rock, passando por Baladas e o Blues.

Ele iniciou a trajetória profissional aos 16 anos de idade, tendo Jeff Beck, Eric Clapton, Petr Green e Jimi Hendrix como ídolos, e participando das gravações de um álbum da banda de folk Dr Strangely Stranger. Pouco depois, Moore estava no Thin Lizzy (banda irlandesa), onde conheceu seu fiel comparsa, Mr. Phill Lynott.

Apesar do fanatismo pelo blues, o jazz também fazia sua cabeça, tanto que foi o estilo melhor explorado em seu primeiro álbum-solo, Grinding Stone (1973), e em sua breve jornada com a segunda encarnação do Colosseum, batizada de Colosseum II.

No Thin Lizzy, ele colaborou tocando em shows no inicio da banda, e no álbum Black Rose (1979)

Fez a sua carreira a solo e obteve muito sucesso pela Europa e Japão, com destaque em duas fases distintas: a mais pesada de discos como "Corridors Of Power, Victims Of Future e Wild Frontier" na década de 80 e a mais blueseira e comercialmente rentável de álbuns como Still Got The Blues (1990).

Os seus temas mais conhecidos são Parisianne Walkways, Still Got The Blues, Over The Hills and Far Away, Out In The Fileds em parceria com Phil Lynott e Empty Rooms.

Morreu em fevereiro de 2011.

DISCOGRAFIA

Resultado de imagem para gary moore white knucklesResultado de imagem para gary moore corridors of powerResultado de imagem para gary moore after hoursResultado de imagem para gary moore live at the marquee

Resultado de imagem para gary moore after the warResultado de imagem para gary moore back on the streetsResultado de imagem para gary moore run for coverResultado de imagem para gary moore blues for greeny

Resultado de imagem para gary moore a different beatResultado de imagem para gary moore back to the bluesResultado de imagem para gary moore live at montreux 2010

Resultado de imagem para gary moore close as you getResultado de imagem para gary moore blues for jimiResultado de imagem para gary moore bad for you baby

 

 

05/07/2017

Albert King & Stevie Ray Vaughan - Blue Jam Session. Mais de 80 minutos de blues, categoria e qualidade.

Albert King

Albert King nasceu em Indianola em 25 de abril de 1923 e foi um influente músico, compositor e cantor americano de blues. A revista americana especializada em música concedeu-lhe o décimo terceiro lugar na lista dos melhores guitarrista do mundo.

Um dos "Três Kings" da guitarra Blues (junto com B.B. King e Freddie King), ele possuía uma figura imponente de 1,93 m de altura e 118 kg. Nasceu Albert Nelson  em uma família humilde do Mississippi, em uma plantação de algodão onde trabalhou na sua juventude. Uma de suas primeiras influências musicais foi o pai, Will Nelson, que tocava guitarra. Durante sua infância, ele também cantava gospel em uma igreja local. Albert começou sua carreira profissional em um grupo chamado In The Groovy Boys em Osceola, Arkansas.

Seu primeiro sucesso foi "I'm A Lonely Man", lançado em 1959. Entretanto, foi apenas em 1961 com o lançamento de "Don't Throw Your Love On Me So Strong" que seu nome tornou-se conhecido. Em 1966 King assinou contrato com a famosa gravadora Stax Records, e em 1967 lançou seu lendário álbum Born Under a Bad Sign. Em 1968 ele foi contratado por Bill Graham para abrir os shows de John Mail e Jimmi Hendrix no Fillmore West, em San Francisco.  A platéia logo descobriu de onde vinha a pegada blues de Mayall e Hendrix.

Albert King era canhoto e tocava uma guitarra Gibson Flying V virada de forma que as cordas graves ficavam para baixo.

Albert King influenciou milhares de guitarristas, incluindo músicos famosos como Jimmi Hendrix, Eric Clapton, Mike Bloomfield, Steve Ray Vaughan e Gary Moore. O solo de Eric Clapton na música "Strange Brew" (Cream, 1968) é uma cópia nota-a-nota do solo de King na música "Pretty Woman".

 Albert King morreu em 21 de dezembro de 1992, vítima de uma crise de pancreatite aguda em Memphis, Tennesseve foi sepultado no Paradise Gardens Cemetery, Edmondson, Arkansas nos EUA. 

DISCOGRAFIA

Resultado de imagem para albert king the big bluesResultado de imagem para Albert King Born Under a Bad SignResultado de imagem para albert king king of the blues guitar

Resultado de imagem para albert king blues for elvis – king does the king's thingsResultado de imagem para albert king i'll play the blues for youResultado de imagem para albert king lovejoy

 Resultado de imagem para albert king new orleans heatResultado de imagem para albert king the lost sessionResultado de imagem para albert king thursday night in san francisco

Resultado de imagem para albert king hard bargainResultado de imagem para albert king in sessionResultado de imagem para the very best of albert king

 

 

19/05/2017

Madaleine Peuroux e John Herrington em The Kind You Can't Afford em Portland no Big Lounge em Portland.

MADELEINE PEYROUX

Nasceu em 18 de abil de 1974 em Athens, Georgia, EUA e é uma cantora e compositora franco-americana. Quando Madeleine tinha seis anos a família mudou-se da Geórgia para o Brooklin e mais tarde para o sul da Califórnia.

Aos treze anos seus pais se divorciaram  e ela mudou-se com sua mãe para Paris. Em entrevistas Peyroux descreve seus pais como "hippies" e "educadores excêntricos" que a ajudarem e seguiram-na em sua carreira musical. Como criança ouvia os velhos discos de seu pai e Madeleine aprendeu a tocar ukulelê com sua mãe.

Começou a cantar com quinze anos junto de músicos de rua no Quartier Latin em Paris e juntou-se a um grupo chamado "Riberverboat Shuffers". Aos dezesseis fez uma excursão pela Europa com o grupo "The Lost Wandering Blues and Jazz Band".

Seu álbum de estréia foi Dreamland pela Atlantic Records em 1996 e foi acompanhada por músicos que viriam a tornar-se grandes estrelas do jazz como Cyrus Chestnut, Vernor Reid, Marc Ribot, James Parker e Leon Parker. O álbum contém canções originais de Peyroux e músicas das décadas de 20 e 30 trazendo coisas de Billie Holiday. Bessie Smith  e Fats Waller. Em 1997 ela criou uma canção "Life is Fine" num tributo ao guitarrista Rainer Ptácek, exímio guitarrista de origem tcheca, que morreu maquele ano.

Em 2004 ela compôs Got You On My Mind, um EP co William Galison, no mesmo ano ela lançou seu segundo álbum solo Careless Love que vendeu mais de um milhão de cópias pelo mundo, um tremendo sucesso que a lançou definitivamente ao estrelato no universo blues-jazz.

Em outubro de 2006 estrelou uma seção ao vivo de Live From Abbey Road no Abbey Road Studios e em julho de 2007 ele foi escolhida como a melhor artista internacional de jazz pela BBC Jazz Awards. Seu terceiro álbum foi realizado alguns dias depois, Half The Perfect World e teve como partners Jesse Harris e Walter Becker e foi produzido por Larry Klein e KD Lang.

Seu álbum seguinte Bare Bones foi produzido em 2009 e foi, novamente produzido por Larry Klein e Madeleine co-escreveu várias canções com Walter Becker, Joe Henry, David Batteau e Julian Coryell. Em novembro de 2009 foi a vez de seu primeiro DVD ao vivo Somethin' Grand.

 

Em junho de 2011 Peyroux realizou seu novo álbum, agora pela Decca Records e produzido por Craig Street com a volta de Marc Ribot e  mais Me'shell Ndegeocello, Charley Drayton e Chris Bruce. Em 2013 a crítica musical do New York Times comparou seu estilo de cantar a Billie Holiday. A interpretação de Peyroux na música J'ai Deux Amours foi destaque, em 2014 no filme Diplomacy.

Resultado de imagem para madeleine peyroux dreamlandResultado de imagem para madeleine peyroux got you on my mindResultado de imagem para madeleine peyroux careless love

Resultado de imagem para Madeleine Peyroux Half the Perfect WorldResultado de imagem para madeleine peyroux bare bonesResultado de imagem para madeleine peyroux standing on the rooftopResultado de imagem para madeleine peyroux secular hymnsResultado de imagem para madeleine peyroux the blue roomResultado de imagem para madeleine peyroux keep me in your heart for a while: best of

 

02/05/2017

Robert Cray - Nothin' But a Woman

ROBERT CRAY

Robert Cray

Robert Cray

Robert William Cray nasceu  em primeiro de Agosto de 1953 em Columbus, Georgia quando seu pai estava estacionado no Fort Benning.

Sua iniciação musical vem de quando ele era estudante na Denbigh High School in Newport Newa, Virginia. Lá ele tocou em sua p´rimeira banda que se chamava The One-Way Strret. Sua família eventualmente ficava na  área de Tacoma, Washington. Lá ele esteve na Lakes High School in Lakewood, Washington.

Perto dos vinte anos, Cray viu seus heróis, Albert Collins, Freddie King e Muddy Waters num concerto e decidiu formar sua própria banda. Ela começou tocando nas cidades próximas ao colégio na Costa Oeste. Nos fim dos 70 ele vivia em Eugene, Oregon onde formou a primeira Robert Cray Band e colaborou com Curtis Salgado no The Cray-Hawks em 1978 no filme National Lampoon's Animal House. Foi também o baixista, ainda que sem os créditos, na "house prty band" Otis Day And The Knights. 

Depois de vários anos de sucesso regional, Cray assinou um contrato com a Mercury Records em 1982. Bad Influence e False Accusations fizeram um sucesso moderado nos EUA e na Europa onde ele tinha construído uma boa reputação com apresentações ao vivo. Seu quarto álbum Strong Persuader produzido por Dennis Walker recebeu o Grammy Award enquanto a crossover single Smoking Gun, no vídeo abiaxo, deu amplo reconhecimento ao seu nome e à sua qualidade. Em 1987 foi convidado por Keith Richards para fazer a banda para Chuck Berry no filme Chuck Berry: Hail! Hail! Rock 'N' Roll dirigido por Taylor Hackford.

Cray teve a oportunidade de estar com John Lee Hooker em seu álum Boom Boom e tocou guitarra num solo na música  Same Old Blues Again. Ele também apareceu no álbum de Hooker, The Healer, tocou o solo em Baby Lee. A banda inteira de Cray voltou em um novo álbum do bluesman em 1992, Mr Lucky, onde tocou lead guitar, cantou e brincou muito com John Lee ao longo das músicas.

Cray tocou com Clapton, Buddy Guy, Jimmie and Stve Ray Vaughan no Alpine Valley Music Theatre na performática Sweet Home Chicago. Foi a última atuação de Steve Ray antes de seu acidente na noite seguinte 27 de agosto de 1990.

Cray foi convidado para o Guitar Legends no concerto de Sevilha em 1992 onde tocou Phone Both. Cray continuou a gravar e excursionar pelos EUA e pelo mundo. Apareceu também no Crosseoads Guitar Festival em 2006/2007 em seu tour mundial. Tocou em Fargo com Clapton e em 2011 foi introduzido no Blues Hall of Fame.

DISCOGRAFIA

Resultado de imagem para robert cray false accusationsResultado de imagem para robert cray don't be afraid of the darkResultado de imagem para robert cray showdown!

Resultado de imagem para robert cray shoulda been homeResultado de imagem para robert cray take your shoes offResultado de imagem para robert cray sweet potato pie

Resultado de imagem para robert cray time will tellResultado de imagem para robert cray this timeResultado de imagem para robert cray in my soul

 

Resultado de imagem para robert cray live at the bbcResultado de imagem para robert cray twentyResultado de imagem para robert cray 4 nights of 40 years live